Clube do Livro de Literatura Chinesa

clube do livro de literatura chinesa

Em 2021, lançamos um Clube do Livro focado em obras traduzidas para o português e de fácil acesso para o público brasileiro. Os encontros ocorrem mensalmente, às segundas-feiras, às 19h. Caso tenha interesse em participar, se inscreva aqui.

Não é obrigatória a participação em todos os encontros, venha se puder. Como os encontros serão espaços cheios de spoilers, recomendamos que você chegue com a leitura em dia.

Próximos encontros:

18 de outubro de 2021 – As Rãs, de Mo Yan. “Um não é pouco; dois é bom; três é demais.” Eis o slogan lançado pela Nova China em 1965 para conter o rápido crescimento populacional, numa política de planejamento familiar que se perpetuará por décadas. Nesse contexto, o Nobel de literatura Mo Yan dá voz a Corre Corre, aspirante a escritor que vê a tia como heroína e quer transformar sua vida em peça de teatro, não sem antes rememorar sua história. Nascida em 1937, é a primeira parteira da aldeia a estudar obstetrícia, trata-se de uma mulher extraordinária, que se torna oficial do Partido e tem de levar o planejamento familiar do Estado às últimas consequências.

22 de novembro de 2021 – A Floresta Sombria, de Liu Cixin. O segundo livro da trilogia Lembranças do Passado da Terra, uma das obras mais populares da ficção científica moderna.

13 de dezembro de 2021As boas mulheres da China, de Xinran. Entre 1989 e 1997, a jornalista chinesa Xinran entrevistou mulheres de diferentes idades e condições sociais, de modo a compreender a condição feminina na China moderna. Seu programa de rádio discutia questões pouco mencionadas em público, diretos das mulheres, tabus da vida íntima, violência no âmbito doméstico e familiar, opressão e preconceito. Neste livro, que se tornou um best-seller, ela narra experiências de suas entrevistadas e também conta a sua própria história.

10 de janeiro de 2022O fim da morte, de Liu Cixin. O terceiro livro da trilogia Lembranças do Passado da Terra, uma das obras mais populares da ficção científica moderna.

14 de fevereiro de 2022 – Balzac e a costureirinha chinesa, de Dai Sijie. Durante a Revolução Cultural, o livro fala sobre a felicidade da descoberta da literatura. Dois amigos, Ma e Luo, são enviados para um vilarejo durante a campanha de reeducação nos anos 70. Eles descobrem uma série de obras europeias, que eles vão ler para a filha do alfaiate da vila. O livro foi originalmente escrito em francês, pois o autor mudou-se para o país na década de 80 e foi adaptado para o cinema, dirigido por ele.

 

Encontros já realizados:

Setembro de 2021 – O problema dos três corpos, de Liu Cixin. O primeiro livro de uma trilogia e uma das obras mais populares da ficção científica chinesa moderna. Enquanto o país inteiro está sendo devastado pela violência da Revolução Cultural, um pequeno grupo de astrofísicos, militares e engenheiros começa um projeto ultrassecreto envolvendo ondas sonoras e seres extraterrestres. Uma decisão tomada por um desses cientistas mudará para sempre o destino da humanidade e, cinquenta anos depois, uma civilização alienígena à beira do colapso planeja uma invasão.

Agosto de 2021 – Viver, de Yu Hua. Publicada em 1996, é uma saga familiar que conta a história do filho de um proprietário de terras em uma China passando por inúmeras mudanças no começo da República Popular da China. Foi adaptado para o cinema (“To Live”), sob direção de Zhang Yimou.

Maio e Junho de 2021 – Cisnes Selvagens, de autoria de Jung Chang. Publicado originalmente em inglês, em 1991, virou um best-seller. Jung Chang nasceu na China, filha de dois oficiais do Partido Comunista da China. O livro conta a trajetória de boa parte da história da China moderna, a partir de três gerações da família (a sua avó, sua mãe e ela própria).

Julho de 2021 – O sonho da aldeia Ding, de autoria de Yan Lianke. Lançado em 2005, o livro acabou proibido na China. A história é baseada em fatos reais, contando como a não regulada venda de sangue nos anos 1990 levou à uma epidemia de HIV/Aids, especialmente na província de Henan.

 

Assine a nossa newsletter!

%d blogueiros gostam disto: